Startups: Entenda porque estão em alta

Diariamente, ouvimos falar e temos muito contato com o conceito de startups. No Brasil, existem mais de 12.500 startups de acordo com a Abstartups nas mais diversas áreas como Nubank, 99 POP e Ifood.  Dessas 12.500 startups, 9 delas são unicórnios, empresas avaliadas em mais de 1 bilhão de dólares.

Mas você já se perguntou o que essas empresas têm em comum? O que significa ser uma startup? Ou por que esse termo está tão em alta? Primeiramente, é importante definir o que é uma startup. Em seu livro “A Startup Enxuta“, o empreendedor Eric Ries apresenta a seguinte definição para o que é uma startup: “uma instituição humana projetada para criar novos produtos e serviços sob condições de extrema incerteza”. Essa interpretação é interessante pois, a startup não é definida pelo seu tamanho ou pelo fato de usar ou não tecnologia, e sim pela inovação e incerteza. De acordo com a definição de Eric Ries, uma startup pode inclusive ser uma parte de uma empresa.

O termo Startup surgiu nos Estados Unidos, no início dos anos 90, sendo utilizado para se referir às empresas de tecnologia do Vale do Silício. Mas o termo se disseminou com a popularização da internet no início do novo milênio, tomando novos sentidos ao longo do tempo. Apesar de não fazer parte da definição de startup, a tecnologia está intimamente ligada a essas empresas, uma vez que elas precisam inovar e solucionar as dores do cliente de maneira criativa, repetível e escalável. Desse modo, a tecnologia se mostra uma grande aliada pois facilita, por meio de aplicativos, sites e outros mecanismos por exemplo, que a ideia chegue de maneira mais fácil ao usuário.

Assim sendo, essa cultura inovadora e o ambiente aberto a novas ideias, e também a riscos, proporcionaram um crescimento exponencial de muitas empresas, o que ajudou na popularização das startups. Além disso, a tecnologia, que vem evoluindo de maneira muito rápida, tem ajudado essas empresas a desenvolverem soluções revolucionárias para seus clientes, tornando o conceito de startups ainda mais conhecido.

Pedro GabrielConsultor de Vendas