Os 10 erros mais comuns que fazem você gastar mais na sua conta de luz

O preço da conta de luz constantemente sobe, mas existem pequenas ações que você pode fazer no seu dia a dia para deixar de jogar dinheiro fora com eletricidade. Por isso, aqui em baixo eu vou te mostrar os 10 erros mais comuns que você comete e que fazem você gastar mais na sua conta de energia. Leia o texto inteiro porque a maioria das pessoas cometem esses erros todos os dias e nem sabem.

Os 10 erros mais comuns que fazem você gastar mais na sua conta de luz

O preço da conta de luz constantemente sobe, mas existem pequenas ações que você pode fazer no seu dia a dia para deixar de jogar dinheiro fora com eletricidade. Por isso, aqui em baixo eu vou te mostrar os 10 erros mais comuns que você comete e que fazem você gastar mais na sua conta de energia. Leia o texto inteiro porque a maioria das pessoas cometem esses erros todos os dias e nem sabem.

Os 10 erros mais comuns que fazem você gastar mais na sua conta de luz

O preço da conta de luz constantemente sobe, mas existem pequenas ações que você pode fazer no seu dia a dia para deixar de jogar dinheiro fora com eletricidade. Por isso, aqui em baixo eu vou te mostrar os 10 erros mais comuns que você comete e que fazem você gastar mais na sua conta de energia. Leia o texto inteiro porque a maioria das pessoas cometem esses erros todos os dias e nem sabem.

Os 10 erros mais comuns que fazem você gastar mais na sua conta de energia:

  • Deixar o carregador do celular na tomada o tempo todo;
  • Usar lâmpadas fluorescentes em vez de lâmpadas LED;
  • Se esquecer de ajustar o termostato da geladeira no inverno;
  • Ter eletrodomésticos muito antigos e ultrapassados;
  • Comprar aparelhos que naturalmente consomem mais energia;
  • Manter o chuveiro elétrico sempre na posição inverno;
  • Secar as roupas na geladeira;
  • Instalar o ar condicionado no lugar errado;
  • Passar roupa aos poucos;
  • Fiação antiga.

Deixar o carregador do celular na tomada o tempo todo gasta energia?

Sim, deixar o carregador na tomada gasta sim energia. Geralmente, quando o carregador está simplesmente plugado na tomada, sem nenhum aparelho conectado, há gasto de 0.26 watt, podendo aumentar para 1 até 5 wattz quando tem um dispositivo conectado. Esse gasto maior acontece, inclusive, se o dispositivo já estiver carregado, por isso, atente-se para sempre tirar o carregador da tomada assim que o seu celular foi carregado.

Esse gasto energético isolado não vai aumentar tanto o preço da sua conta de luz, mas caso hajam mais carregadores, esse preço pode aumentar bastante. Para você ter uma ideia, se houver 10 aparelhos conectados na tomada todos os dias, durante um mês, e considerando o preço de R$ 1,94 por quilowatt hora (kWh), haverá o gasto de R$ 33,50 por mês ou cerca de R$ 402,00 por ano, a mais no preço da sua conta de energia. Por isso, tome cuidado e retire o seu carregador da tomada.

Usar lâmpadas fluorescentes em vez de lâmpadas LED compensa?

Sim, usar lâmpadas de LED vai ajudar você a economizar na sua conta de energia, e ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, as lâmpadas de LED são ainda mais baratas do que as lâmpadas fluorescentes. Isso acontece porque as lâmpadas de LED costumam durar muito mais, cerca de 791 dias de diferença, quando comparada às lâmpadas tradicionais.

Além disso, o LED gasta menos energia, porque a sua geração de luz acontece de maneira diferente. Em suma, dentro da lâmpada existe um dispositivo semicondutor que tem a capacidade de gerar luz quando a eletricidade passa por ele, isso melhora a eficiência energética e ainda evita que a lâmpada queime. Assim, confira aqui em baixo ass principais diferenças entre a lâmpada de LED e a fluorescente.

Mudar o termostato da geladeira durante o inverno reduz o consumo de energia?

Sim, ajustar o termostato da geladeira durante as épocas do ano ajuda muito na redução do preço da conta de luz. O termostato é o dispositivo que regula a temperatura do eletrodoméstico e sua potência deve ser ajustada respeitando o clima (verão e inverno) ou a quantidade de alimentos dentro da geladeira. Resumindo, durante o verão, é recomendado que o termostato seja ajustado para a potência “média” ou “máxima”, mas durante o inverno é recomendado que seja ajustado para a potência “baixa”. Isso pode ser feito pois no inverso a temperatura ambiente ajuda na manutenção da temperatura dos alimentos, dessa forma, você consegue reduzir o preço da sua conta de energia ajustando a potência do termostato durante o inverno.

Ter eletrodomésticos antigos consomem mais energia?

Sim, geralmente os eletromésticos mais antigos consomem mais energia e ainda não menos eficientes. Uma dica importante é que na hora que você for comprar algum eletrodoméstico, sempre confira a classificação dele conforme o seu consumo de energia elétrica. Na tabela, tem-se 5 categorias de aparelhos, sendo a categoria A o aparelho com menor consumo de energia elétrica e a categoria E o maior consumo de energia elétrica.

Quais aparelhos consomem mais energia?

Os principais aparelhos que consomem mais energia são: aquecedor de imersão, chuveiro elétrico e ar condicionado. Por isso, é necessário ter muita atenção quando se usa muito esses aparelhos, visto que isso pode levar o preço da sua conta de energia nas alturas. Dessa forma, tente não usar o aquecedor de imersão e o ar condicionado com muita frequência, opte por formas mais baratas de manter a temperatura do seu ambiente, além disso, tome banhos com moderação e não gaste muito tempo no banheiro, a fim de reduzir o preço da sua conta de luz.

Secar as roupas atrás da geladeira gasta mais energia?

Sim, colocar as roupas atrás da geladeira gasta mais energia porque as grades permitem o fluxo e a emissão de calor do eletrodoméstico, por isso, quando você coloca roupas para secar atrás da geladeira, você dificulta o resfriamento interno, gastando mais energia, além de causar o desgaste do resfriador e do compressor.

O chuveiro no modo “verão” ou “inverno” faz muita diferença na conta de luz?

Sim, os modos verão e inverno não consomem a mesma quantidade de energia, além disso, a posição inverno consome, em média, cerca de 30% a mais de eletricidade. Isso acontece porque a posição inverno permite a maior passagem de corrente elétrica no chuveiro, aquecendo mais a água, dessa forma, o consumo de energia é maior quando comparada ao modo “verão”.

Em qual local eu devo instalar o ar condicionado para gastar menos energia?

Para escolher o lugar ideal para ar condicionado, você precisa tomar alguns cuidados. O primeiro deles é se bate muito sol na parede que você pretende instalar o ar condicionado, visto que o aumento da temperatura do ambiente faça com que o aparelho tenha que trabalhar mais para garantir a refrigeração, gastando mais energia.

Outro ponto que deve ser levado em conta é o tamanho do cômodo, um ar condicionado estalado no lugar errado pode comprometer o seu rendimento, por isso, verifique se as dimensões do local são coerentes com a quantidade de BTUs do seu ar condicionado. O mais recomendado é você calcular quantos BTUs serão necessários para refrigerar o cômodo.

Passar roupa aos poucos gasta energia?

Essa a maioria não sabia, mas passar roupa aos poucos gasta mais energia do que passar roupa de uma vez só. Isso acontece porque é necessário muita energia para aquecer o ferro de passar, por isso, se você passa roupa várias vezes durante a semana, você precisa aquecer o ferro várias vezes. Por isso, o ideal é acumular todas as roupas e passar elas de uma só vez, aproveitando o aquecimento do ferro.

Fiação antiga gasta mais enegia?

Sim, as fiações mais antigas gastam mais energia. Isso acontece porque essas fiações costumam causar mais curto circuito e ainda gerar desperdícios de energia, pelo super aquecimento dos fios. Dessa forma, parte da energia que deveria ser utilizada pelos eletrodomésticos da casa é transformada em energia térmica, com isso, você acaba gastando mais energia e nem utilizando ela na sua casa.

Conclusão:

Como você viu aqui em cima, existem vários elementos que fazem você pagar mais na sua conta de energia, entretanto, mesmo que você se atente em cada um desses erros e não cometa nenhum deles, você vai ver que ainda pagará caro na sua conta de luz. Isso acontece porque o preço da energia constantemente sobe e todos os consumidores estão sujeito a esse aumento.

Ainda assim, há algumas alternativas para você finalmente se livrar disso, utilizando a luz do sol para gerar energia na sua casa. Isso só é possível utilizando painéis solares, que são responsáveis por transformar a energia solar em energia elétrica. Atualmente, a demanda por essa fonte de energia aumentou tanto que fez com que os preços dos painéis fossem reduzidos, tornando-se muito mais acessíveis – comparado a anos atrás. Por isso, estamos no melhor momento para adquirir os painéis solares e finalmente gastar menos na sua conta de luz.

Os 10 erros mais comuns que fazem você gastar mais na sua conta de energia:

  • Deixar o carregador do celular na tomada o tempo todo;
  • Usar lâmpadas fluorescentes em vez de lâmpadas LED;
  • Se esquecer de ajustar o termostato da geladeira no inverno;
  • Ter eletrodomésticos muito antigos e ultrapassados;
  • Comprar aparelhos que naturalmente consomem mais energia;
  • Manter o chuveiro elétrico sempre na posição inverno;
  • Secar as roupas na geladeira;
  • Instalar o ar condicionado no lugar errado;
  • Passar roupa aos poucos;
  • Fiação antiga.

Deixar o carregador do celular na tomada o tempo todo gasta energia?

Sim, deixar o carregador na tomada gasta sim energia. Geralmente, quando o carregador está simplesmente plugado na tomada, sem nenhum aparelho conectado, há gasto de 0.26 watt, podendo aumentar para 1 até 5 wattz quando tem um dispositivo conectado.

Esse gasto maior acontece, inclusive, se o dispositivo já estiver carregado, por isso, atente-se para sempre tirar o carregador da tomada assim que o seu celular foi carregado.

Esse gasto energético isolado não vai aumentar tanto o preço da sua conta de luz, mas caso hajam mais carregadores, esse preço pode aumentar bastante.

Para você ter uma ideia, se houver 10 aparelhos conectados na tomada todos os dias, durante um mês, e considerando o preço de R$ 1,94 por quilowatt hora (kWh), haverá o gasto de R$ 33,50 por mês ou cerca de R$ 402,00 por ano, a mais no preço da sua conta de energia. Por isso, tome cuidado e retire o seu carregador da tomada.

Usar lâmpadas fluorescentes em vez de lâmpadas LED compensa?

Sim, usar lâmpadas de LED vai ajudar você a economizar na sua conta de energia, e ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, as lâmpadas de LED são ainda mais baratas do que as lâmpadas fluorescentes.

Isso acontece porque as lâmpadas de LED costumam durar muito mais, cerca de 791 dias de diferença, quando comparada às lâmpadas tradicionais. Além disso, o LED gasta menos energia, porque a sua geração de luz acontece de maneira diferente.

Em suma, dentro da lâmpada existe um dispositivo semicondutor que tem a capacidade de gerar luz quando a eletricidade passa por ele, isso melhora a eficiência energética e ainda evita que a lâmpada queime. Assim, confira aqui em baixo ass principais diferenças entre a lâmpada de LED e a fluorescente.

Mudar o termostato da geladeira durante o inverno reduz o consumo de energia?

Sim, ajustar o termostato da geladeira durante as épocas do ano ajuda muito na redução do preço da conta de luz. O termostato é o dispositivo que regula a temperatura do eletrodoméstico e sua potência deve ser ajustada respeitando o clima (verão e inverno) ou a quantidade de alimentos dentro da geladeira.

Resumindo, durante o verão, é recomendado que o termostato seja ajustado para a potência “média” ou “máxima”, mas durante o inverno é recomendado que seja ajustado para a potência “baixa”.

Isso pode ser feito pois no inverso a temperatura ambiente ajuda na manutenção da temperatura dos alimentos, dessa forma, você consegue reduzir o preço da sua conta de energia ajustando a potência do termostato durante o inverno.

Ter eletrodomésticos antigos consomem mais energia?

Sim, geralmente os eletromésticos mais antigos consomem mais energia e ainda não menos eficientes. Uma dica importante é que na hora que você for comprar algum eletrodoméstico, sempre confira a classificação dele conforme o seu consumo de energia elétrica.

Na tabela, tem-se 5 categorias de aparelhos, sendo a categoria A o aparelho com menor consumo de energia elétrica e a categoria E o maior consumo de energia elétrica.

Quais aparelhos consomem mais energia?

Os principais aparelhos que consomem mais energia são: aquecedor de imersão, chuveiro elétrico e ar condicionado. Por isso, é necessário ter muita atenção quando se usa muito esses aparelhos, visto que isso pode levar o preço da sua conta de energia nas alturas.

Dessa forma, tente não usar o aquecedor de imersão e o ar condicionado com muita frequência, opte por formas mais baratas de manter a temperatura do seu ambiente, além disso, tome banhos com moderação e não gaste muito tempo no banheiro, a fim de reduzir o preço da sua conta de luz.

Secar as roupas atrás da geladeira gasta mais energia?

Sim, colocar as roupas atrás da geladeira gasta mais energia porque as grades permitem o fluxo e a emissão de calor do eletrodoméstico, por isso, quando você coloca roupas para secar atrás da geladeira, você dificulta o resfriamento interno, gastando mais energia, além de causar o desgaste do resfriador e do compressor.

O chuveiro no modo “verão” ou “inverno” faz muita diferença na conta de luz?

Sim, os modos verão e inverno não consomem a mesma quantidade de energia, além disso, a posição inverno consome, em média, cerca de 30% a mais de eletricidade. Isso acontece porque a posição inverno permite a maior passagem de corrente elétrica no chuveiro, aquecendo mais a água, dessa forma, o consumo de energia é maior quando comparada ao modo “verão”.

Em qual local eu devo instalar o ar condicionado para gastar menos energia?

Para escolher o lugar ideal para ar condicionado, você precisa tomar alguns cuidados. O primeiro deles é se bate muito sol na parede que você pretende instalar o ar condicionado, visto que o aumento da temperatura do ambiente faça com que o aparelho tenha que trabalhar mais para garantir a refrigeração, gastando mais energia.

Outro ponto que deve ser levado em conta é o tamanho do cômodo, um ar condicionado estalado no lugar errado pode comprometer o seu rendimento, por isso, verifique se as dimensões do local são coerentes com a quantidade de BTUs do seu ar condicionado. O mais recomendado é você calcular quantos BTUs serão necessários para refrigerar o cômodo.

Passar roupa aos poucos gasta energia?

Essa a maioria não sabia, mas passar roupa aos poucos gasta mais energia do que passar roupa de uma vez só. Isso acontece porque é necessário muita energia para aquecer o ferro de passar, por isso, se você passa roupa várias vezes durante a semana, você precisa aquecer o ferro várias vezes.

Por isso, o ideal é acumular todas as roupas e passar elas de uma só vez, aproveitando o aquecimento do ferro.

Fiação antiga gasta mais enegia?

Sim, as fiações mais antigas gastam mais energia. Isso acontece porque essas fiações costumam causar mais curto circuito e ainda gerar desperdícios de energia, pelo super aquecimento dos fios.

Dessa forma, parte da energia que deveria ser utilizada pelos eletrodomésticos da casa é transformada em energia térmica, com isso, você acaba gastando mais energia e nem utilizando ela na sua casa.

Conclusão:

Como você viu aqui em cima, existem vários elementos que fazem você pagar mais na sua conta de energia, entretanto, mesmo que você se atente em cada um desses erros e não cometa nenhum deles, você vai ver que ainda pagará caro na sua conta de luz. Isso acontece porque o preço da energia constantemente sobe e todos os consumidores estão sujeito a esse aumento.

Ainda assim, há algumas alternativas para você finalmente se livrar disso, utilizando a luz do sol para gerar energia na sua casa. Isso só é possível utilizando painéis solares, que são responsáveis por transformar a energia solar em energia elétrica.

Atualmente, a demanda por essa fonte de energia aumentou tanto que fez com que os preços dos painéis fossem reduzidos, tornando-se muito mais acessíveis – comparado a anos atrás. Por isso, estamos no melhor momento para adquirir os painéis solares e finalmente gastar menos na sua conta de luz.