Cultura Empreendedora: Você e sua empresa conhecem?

Nos dias de hoje, o empreendedorismo vem crescendo cada vez mais, sendo que os mais diversos tipos de pessoas se arriscam nesse meio. Sejam jovens com ideias inovadoras, que tentam criar uma startup, ou por alguém que se aposentou recentemente e deseja se aventurar criando o seu próprio negócio. 

Em meio a essa questão surge um tema importante, a “Cultura empreendedora”, mas antes de tudo é importante defini-la. 

O que é cultura empreendedora?

Cultura empreendedora é basicamente a cultura que as pessoas com o espírito empreendedor carregam, sendo essa caracterizada por ações e comportamentos bem marcantes.

No ramo empresarial, uma empresa com cultura empreendedora é marcada por funcionários que possuem o sentimento de dono pela empresa. Desta forma, eles não se limitam apenas em fazer as suas obrigações. Por se sentirem parte da empresa, eles sempre buscam inovar e fazer o seu melhor para o desenvolvimento da companhia. Atrelado a isso, a proatividade é outro fator bastante presente uma vez que todos daquele meio estão engajados com a perspectiva do business.

Vale também ressaltar que este modelo deve ser mais enraizado em sua empresa e influenciar seus processos, como processo seletivo. Para ser bem aplicada, os membros da empresa devem estar alinhado e apoiar esta cultura. Isso se torna mais simples e mais natural se a empresa incentiva esse pensamento, ouvindo e permitindo maior participação dos membros no futuro da empresa. Repasses para transparência e boa comunicação, especialmente em grupos menores, são muito importantes.

Quais as vantagens dessa cultura?

Uma das maiores vantagens de se ter uma cultura empreendedora é a inovação que a mesma pode trazer. As pessoas que possuem essa cultura estão sempre buscando trazer novas soluções para resolverem os mais diversos desafios que irão aparecer, sempre encarando os obstáculos como uma forma de prosperar e poder melhorar cada vez mais.

Por fim, é importante salientar que não são todas as pessoas que possuem um perfil empreendedor, podendo não se adaptar a essa cultura. Entretanto, levando em consideração os benefícios que ela pode trazer para a vida pessoal e profissional das pessoas, vale a pena tentar implementá-la. Em troca, a cultura empreendedora poderá agregar bastante valor na vida das pessoas e no meio empresarial.

Fernando CoutoConsultor de Tecnologia