Imagem mulher falando ao celular

Conheça 5 Erros Comuns em Instalações Elétricas

Práticas corriqueiras no mercado que podem comprometer a qualidade e vida útil de sua instalação elétrica. Aprenda para não cometer esses erros e garantir a segurança de sua residência. 

É possível que em algum momento da vida você tenha a necessidade de lidar com instalações elétricas. Pode ser algo simples, como trocar um chuveiro. Porém, pode ser mais complexo, que necessite da contração de serviço especializado, como uma reforma das instalações de seu escritório ou a construção de sua nova casa. Nesses casos, alguns erros são comuns de serem encontrados, pois não foi contratado um profissional. Esse casos podem ter consequências trágicas envolvendo sua segurança.

Já falamos aqui sobre como aumentar a segurança elétrica na sua casa. Hoje convidamos você a conhecer alguns dos erros mais comuns e como evitá-los.

1) Não escolher bem o tipo de fiação

Escolher dos tipos de fios sem critérios é algo bem comum, pesando apenas preço ou recomendação do lojista. Há diversos tipos de fios no mercado, variando em diversos tamanhos (bitolas). Para cada aplicação há um fio adequado, de forma que não haja falhas na condução elétrica, nem curto circuitos. Se não for bem escolhido você pode gastar mais na sua conta de luz, a longo prazo, por exemplo. Caso queira saber mais recomendamos este post.

2) Dimensionamento

Um erro comum é o dimensionamento inadequado das cargas da residência. Cada circuito da instalação deve ser dimensionado para atender a demanda prevista naquele ambiente. A falha no dimensionamento gera sobrecarga, que pode afetar o funcionamento de equipamentos ou queimá-los. É necessário respeitar a capacidade de cada disjuntor, assim como prever o uso de equipamentos com alto consumo de energia, como chuveiros, geladeiras e fornos elétricos.

3) Falta de Projeto Elétrico

A instalação elétrica sem a planta elétrica é uma prática no mercado muito comum e sugerida por muitos eletricistas, sob o discurso de que a planta é um gasto alto e que não é essencial. Entretanto o projeto elétrico é muito importante para a segurança, identificação de possíveis falhas, para o dimensionamento citado anteriormente, e para sua residência estar regulamentada perante à ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Se quiser saber mais sobre porque fazer um projeto elétrico, recomendamos esse nosso texto.

4) Falta de Manutenção

Por mais que a instalação tenha sido feita de forma correta, seguindo todas as normas técnicas brasileiras, utilizando materiais adequadamente dimensionados, com o tempo os fios, disjuntores e outros componentes sofrem desgaste. Portanto é imprescindível que periodicamente seja feita manutenção da instalação.

No caso de instalações muito antigas, isso se torna ainda mais importante devido ao aumento exponencial do número de equipamentos elétricos nas últimas décadas. Um dimensionamento feito corretamente há 20 anos, atualmente possa não atender à demanda da residência ou estabelecimento.

5) Não contar com o profissional adequado

Muito provavelmente esse é o principal erro. Principalmente porque possuindo um profissional adequado, provavelmente você não terá os outros problemas citados neste texto. Conte sempre com um eletricista capacitado para realizar a instalação, e com um projeto elétrico feito ou revisado por um engenheiro eletricista formado, garantindo que os dimensionamentos, circuitos e materiais estejam de acordo com as normas brasileiras.

Com segurança não se brinca, e eletricidade não possui cheiro nem cor, de forma a identificação de riscos se torna difícil. Portanto é necessário se prevenir para não ter problemas com sua instalação elétrica.

E se você estiver pensando em saber mais sobre o assunto, leia o nosso blog! E se quiser conversar sobre a sua segurança, entre em contato com a gente.

Rafael. Vice-Presidente
2018-07-10T18:19:16+00:00terça-feira, 26/06/2018|Projetos Elétricos|