fbpx
[Blog] imagem destacada (1)
Alguma vez você já deve ter reparado que ao acessar alguma página web, existe um HTTP ou HTTPS na barra de endereços. Além disso, em algumas dessas páginas aparece também um cadeado. Se você tem dúvida do que se trata isso, nesse artigo vamos te ajudar a entender o que é o HTTPS e como ele pode salvar a sua segurança na internet e melhorar a utilização do seu site

O que é https?

       HTTPS – Hypertext Transfer Protocol Secure-, ou Protocolo de Transferência de Hipertexto Seguro em português, é um protocolo de comunicação em rede que protege a integridade e confidencialidade dos dados trocados por meio de comunicações criptografadas. O que o diferencia do HTTP é esse simples “S” no final é responsável por criar uma camada de proteção para os usuários que visitam seu site.

       Pode-se dizer que ele é a linguagem na qual os navegadores e servidores web se comunicam para evitar que terceiros não autorizados interceptem comunicações e roubem dados de usuários.

       Em outras palavras, quando a conexão é HTTPS, significa que possui criptografia específica que impede que os dados sejam interceptados, melhorando assim a segurança da navegação e dificultando a ação dos hackers sobre as informações. Fator que evidencia o porquê da necessidade de todos os sites que coletam informações, como detalhes de pagamento e dados pessoais, terem este contrato.

Quais são as vantagens em preferir um site com HTTPS?

       Os hackers são cada vez mais capazes de monitorar e manipular sites. Por esse motivo, criptografar fluxos de dados é importante, especialmente em redes de acesso aberto, como hotspots WiFi públicos.
       É muito importante que as informações pessoais que os usuários enviam para esses sites (como IP do computador, CPF, número de telefone pessoal, número da conta bancária e até mesmo seu endereço residencial) estejam seguras e longe de pessoas mal-intencionadas. Isso porque, à medida que a tecnologia digital se tornou cada vez mais poderosa em nosso dia a dia, o foco em armazenar e transmitir dados pela Internet aumentou ao longo dos anos.
       Hoje, a maioria das pessoas realiza alguma transação pela Internet, seja pagando uma conta ou comprando em um site. Ao transferir dados usando HTTPS, todas as informações são criptografadas para mantê-las privadas e impedir o acesso não autorizado a elas por terceiros. Isso proporciona maior segurança e privacidade para os usuários que visitam um site para comprar um produto, por exemplo, aumentando sua confiança na empresa que vende o produto que procuram.
       O protocolo https é importante tanto para o usuário que navega quanto para quem gerencia o site, pois com ele a credibilidade do seu negócio aumentae é gerado maior engajamento de potenciais clientes.

Como diferenciar um site seguro de um não seguro?

       Se você deseja ter certeza de que os dados inseridos em um site estão protegidos por criptografia, é necessário verificar cuidadosamente a URL, ou seja, o endereço do site que aparece na barra de navegação. É importante lembrar que o procedimento pode mudar dependendo do navegador, mas geralmente você só precisa se conectar a um site e clicar à esquerda da URL para ver as informações de identidade.
  • Se o endereço começar com “http: //” – é um site inseguro que usa o protocolo http e transmite os
dados trocados.
  • Se o endereço começar com “https: //”, este é um site seguro que usa o protocolo https, que permite
que os dados sejam transferidos de forma criptografada, o que é incompreensível para qualquer hacker.
       Consequentemente, https é o novo padrão de segurança. Na verdade, sites que não estão configurados para https estão bloqueados por alguns navegadores. Por exemplo, desde julho de 2018, o Google Chrome alerta os usuários se um site possui ou não registros de segurança. Além disso, no navegador, quando o site tiver um certificado válido, o endereço do site mudará de http para https e ainda ganhará um cadeado antes do endereço. Ainda, os sites que usam o protocolo também têm uma categorização mais alta nas pesquisas do Google.
       Outro detalhe importante é que o Regulamento Geral Europeu de Protecção de Dados (GDPR) exige que os sites sejam atualizados para maior segurança, o que atualmente significa https. Então, se você quiser levar seu site para o exterior, você deve garantir a segurança. O mesmo está acontecendo com a chamada Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que está em vigor no Brasil desde agosto de 2020.

Conclusão

       Ficou claro que, atualmente, a melhor escolha é priorizar a segurança na internet para garantir uma melhor experiência para todos!
       Caso esteja pensando em ter o seu site ou sistema web, a CPEJr oferece soluções que fazem o uso das melhores e mais atuais práticas para deixar o seu site seguro e com uma boa experiência para seus usuários. Fale com um de nossos consultores e conheça nossas vantagens!

Compartilhe esse post: