fbpx
Empresa júnior e empresa senior

Empresa Júnior e Empresa Sênior: Entenda as diferenças

Você já ouviu falar de empresa júnior? Sabe o que as difere das empresas seniores? Quem faz parte dessas empresas? Qual o objetivo dessas iniciativas?

 

 

O MEJ, movimento empresa júnior, teve origem na França em 1967, quando alguns estudantes que se sentiam desatualizados com as ferramentas do mercado e motivados a criar soluções para clientes reais fundaram a primeira empresa júnior.

 

O movimento desembarcou no Brasil em 1988 e hoje somos mais de vinte mil empresários juniores participando. Empresários divididos mais de 900 EJs e em 27 federações.

 

Podemos separar alguns pontos principais que valem ser ressaltados. Pontos como:

 

Hierarquia


Nas empresas sênior existe uma hierarquia de cargos vertical, geralmente bem definida e fechada. Existem os donos, sócios e funcionários e o poder está centrado na mão de alguns. Por outro lado, nas empresas juniores todos os membros são donos e sócios da empresa, tendo liberdade de tomar decisões dentro e fora de seu cargo. Existem cargos de lideranças, mas é um modelo horizontal, no qual não existe a ideia de superioridade, apenas a divisão de tarefas e todos os membros têm direito a voto e opinião.
 

Esse modelo permite que as EJs sejam um ambiente muito mais propício a inovação, já que os membros conseguem ter mais liberdade para se expressar e estão em um ambiente universitário.

 

Remuneração

Nas empresas sênior existe uma hierarquia de cargos vertical, geralmente bem definida e fechada. Existem os donos, sócios e funcionários e o poder está centrado na mão de alguns. Por outro lado, nas empresas juniores todos os membros são donos e sócios da empresa, tendo liberdade de tomar decisões dentro e fora de seu cargo. Existem cargos de lideranças, mas é um modelo horizontal, no qual não existe a ideia de superioridade, apenas a divisão de tarefas e todos os membros têm direito a voto e opinião.

Esse modelo permite que as EJs sejam um ambiente muito mais propício a inovação, já que os membros conseguem ter mais liberdade para se expressar e estão em um ambiente universitário.
 
Ao contrário do que ocorre nas empresas seniores, nas quais os funcionários trabalham em busca de remuneração financeira, nas empresas juniores, os membros trabalham sem remuneração financeira. A remuneração destes ocorre por meio de capacitações, experiências e conhecimento, ou seja, todo o lucro das empresas são reinvestidos em educação e desenvolvimento dos membros.
 

Objetivo

Uma empresa sênior tem como objetivo gerar lucro, seja seu proprietário ou sócios, a empresa júnior tem como objetivo gerar aprendizado pessoal e intelectual para seus membros, assim impactando a sociedade e a comunidade universitária.

 

Membros

Enquanto os membros da empresas sênior geralmente são membros formados, com currículos exemplares e geralmente com experiência no mercado de trabalho ou estagiários. Já as empresas juniores são formadas 100% por graduandos e estão no processo de formação de seu currículo.


Se você gostou e quer aprender mais sobre as Empresas Juniores, você pode acessar nosso blog e nos encontrar nas redes sociais, como instagramfacebook e linkedIn. Além disso, sempre estamos disponíveis para explicar mais sobre o funcionamento de nossa empresa.

Ana Campana

Ana Campana

Consultora de Tecnologia

Compartilhe esse post: