Fazer seu protótipo você mesmo ou contratar uma empresa?

 

Após amadurecer sua ideia de eletrônica, eis que chega o momento de prototipá-la. Nessa hora é comum surgirem questionamentos acerca desse passo, e a dúvida mais importante é: devo fazer meu próprio prótotipo ou contratar uma empresa? Esse texto traz alguns conselhos que te ajudarão a responder essa pergunta.  

Ideias inovadoras surgem de todos e em todos os lugares. Muitas dessas inovações só fazem sucesso no mercado porque possuíram um bom protótipo no período de validação. É daí que vem a importância de analisar com o máximo cuidado como irá prototipar sua invenção. No momento de escolher quem irá dar forma a sua ideia, empresas do ramo e o próprio criador compreendem as principais opções. Entretanto, afinal de contas, vale a pena contratar uma organização para prototipar minha ideia? Listamos nesse texto alguns pontos importantes nesse processo para lhe ajudar nessa decisão.

 

emrpesa de confiança

#1 –  Busque por habilidade técnica

Na hora de prototipar uma boa ideia, principalmente na área de eletrônica, é comum problemas ocorrerem. Sempre existe aquele detalhe que pode passar despercebido e gerar grandes complicações no produto. Em casos extremos, o criador de uma ideia acaba desanimando devido a grande dificuldade de desenvolver a mesma. Nesse ponto, uma empresa com serviços de prototipagem é a grande solução. Essas instituições possuem equipes com habilidades técnicas necessárias que irão assegurar que o produto seja feito conforme idealizado. Dentre as organizações que realizam esse serviço, a CPE destaca-se nesse quesito. Nós possuímos o suporte técnico e científico da UFMG, universidade referência nacional pela sua qualidade de ensino, além de estudantes extremamente atualizados e qualificados.

#2 – Entenda o processo de patente

Um dos principais objetivos quando se quer patentear algo é utilizar o protótipo no pedido de patenteação da ideia. Por ser algo burocrático, o protótipo é extremamente importante nesse processo  (adquira mais informação no texto http://cpejr.com.br/site/a-importancia-de-um-prototipo-para-patentear-um-projeto-de-eletronica/). Para que a solicitação não seja indeferida é necessário garantir um protótipo bem feito e que traga o máximo de detalhes possível. Empresas especializadas garantem que seu produto cumpra com os requisitos necessários para a aprovação no pedido de patente, pois possuem o conhecimento de como funciona esse rígido processo.

#3 – Melhore o que já está bom

Qual ideia não é passivel de melhorias, não é mesmo?  Quando se contrata uma empresa para produzir seu protótipo, ela irá junto com você aprimorar sua ideia e trazer uma perspectiva diferente da que estava acostumado a ter. Uma empresa de prototipagem chega muitas vezes a aconselhar de modo a aumentar a eficiência do que será produzido e ainda assim assegurar a autoria do inventor! Pela experiência na área, essas organizações possuem uma visão do que terá melhor funcionabilidade e como isso pode ser aplicado no seu produto, sem alterar a concepção original.

Está pronto para solicitar seu protótipo? Contrate a CPE e garanta que sua ideia torne-se realidade!

 

Autor: Nathan Siqueira